IP Casa de Oração - Rua Moreira Neto, 283 - Guaianases - São Paulo

sexta-feira, novembro 25, 2005

Cópia de: EU NÃO MEREÇO ESTE HOMEM ---blogagem coletiva




Eu não mereço este homem !

Tudo começou como um sonho.Um sonho lindo de se viver.Fomos apresentados dias antes de uma destas muitas festas de final de ano, na empresa em que trabalhavamos.
Nunca tinha visto um homem tão lindo andando por ali.Não quiz participar das conversas e me afastei um pouco.Não queria ter notícias de Leandro, meu ex - namorado.Então, aquele homem lindo de viver, se aproximou e,percebendo que eu fazia planos para sentar, puxou a cadeira.Sem barulho, praticamente sem se curvar, com um sorriso lindo e aquela voz máscula:"Sente - se"Sentei - me em frente a ele.Meus olhos fixaram - se no seus e não se desgrudaram mais.Quando todo mundo percebeu, la vieram as afirmações que meu coração me contava baixinha:"Você não merece este homem!"
Meu chefe chegou a perguntar, dias depois, se era sério, como eu sabia que André era mais reservado, disse apenas que estavamos nos conhecendo.Não sei porque contei isto a André.Ele disse que só não me tirava da empresa, porque ainda não éramso casados.Subi ao céu.Então ele pensava em se casar comigo e ainda tinha ciúmes de mim?Ai que lindo!Cinco meses depois, nos casamos.Foi tudo lindo.Nossa festa, nosso apartamento, nossa Lua de Mel.Sái do trabalho para cuidar dele, afinal, sua mãe nunca trablhara e ele estava acostumado a ter tudo na mão.Um dia cai em casa.Um ecorregãozinho de nada.Mas as consequências foram outras.Um olho roxo, parecia um murro, um braço com uns hematomas incríveis e escoriações diversas pelo corpo.Minha vizinha me viu chorando e veio conversar comigo.Disse - me, como todos:"Você não merece este homem", sorri.Ela estava oensandoq ue eu tinha apanhado do André.Coitado! Um homem que só vivia para mim.
Os dias se passavam lentamente.Ele me trazia bombons e rosas.Comprava perfumes para mim e até jóias.Sempre me agradando.Nisto, fiquei grávida.Não sei como foi.Mas fiquei grávida.Preparei um jantar a luz de velas.Tudo lindo. Uma mesa maravilhosa e um vinho para ele e um suco de morango para mim.Não sei como foi que aconteceu, mas ali, em frente a ele, cái e me machuquei.Em consequência disto, sofri um aborto espontâneo.Perdi meu filho.No outro dia, a vizinha veio ver se eu precisava de algo e, de novo,incinuou que eu deveria procurar uma ONG que cuida de mulheres que sofrem agressões.Fugi do assunto, um pouco chateada.Que é isto! Meu André não.E, enquanto ela me preparava um chá, ele chegou, com flores e bombons.A vizinha balançou a cabeça e saiu.Ele perguntou o que ela queria, eu disse que era só me agradar.Não contei nada a ele.Meses depois, fiquei gravida de novo.E desta vez,cai da escadinha, na cozinha, me machuquei muito,mas não perdi meu filho.No outro dia, fugi da vizinha , e ofiz por uma semana.Não queria ouvi - la dizer que o André não servia para mim.
Minha filha nasceu.Linda.Os meus olhos azuis e meu cabelos preto.É minha cara, como você pode ver.André preferia que fosse menino.Não sabia como lidar com a bebê.
Um dia, minha filha chorou no berço,mas André queria fazer amor.Não queria deixar minha criança chorando.Sai correndo do quarto e tropecei na cama.Me machuquei e desta vez, não teve como fugir da vizinha.Ela veio com a história da ONG,da violência contra a mulher,que ele não servia para mim.Fiquei calada.Muda.Temerosa.Mas não falei nada.
A noite ele chegou com flores.Me beijou, me abraçou e, pela primeira vez em 6 meses, pegou a filha no colo.Não sei te dizer como foi.Algo em mim quebrou, bem dentro de mim.
Naquela noite ele me procurou na cama.Fizemos amor.Eu não queria,mais ele podia procurar outra na rua...Trazer doenças para casa...
Desta vez demorou 6 meses de novo para eu me machucar dentro de casa.Foi de repente.Por nada.André queria uma camisa e eu não tinha passado.Fiquei meio sem jeito e fui passar.Na presa, não ficou bem passada. Minha filha já estava andando.Vinha pela casa,me chamando.André estava nervoso.Sabe? A culpa era minha! Ele tirou a cinta e me bateu.Na frente de minha filha.Ela chorava e eu sangrava. Fiquei muito machucada.Neste dia, jurei para minha filha que "Que não merecia este homem".
O que começou como um sonho,terminou num pesadelo.
E saímos de casa.
Minha vizinha e amiga me ajudou muito.Me levou a uma ONG, que me direcionou a Delegacia, onde prestei meu depoimento.
Minha família ficou contra mim.
Morei 2 meses numa casa de Passagem com minha pequena.
Um dia, aquela vizinha veio e me levou para a casa dela.
André, nunca mais ouvi falar nele.
Minha filha é esta aí,a da foto, no colo deste moreno lindo Meu atual marido, que me aceitou com amor e carinho.Me ajudou a voltar a ser eu mesma.O Leandro.Aquele que eu queria esquecer...Este me merece!

Elisabeth Lorena Alves
postagem original de Ro,Suzi e Elis - Dominadoras @ 11:43 AM 2 comments
www.rosuzieelisdominadoras.blogspot.com
Este post faz parte de uma blogaem coletiva inicia da por Denise Arcoverde www.sindromedeestocolmo.com e lá você encontra os demais participantes,gostei de todos,recomendo o da Luci e o da Anna Frank, além do próprio sindrome.
Beijos
ACORDA BRASIL, DESPERTA MEU MUNDO!

2 comentários:

  1. Elisabeth é muito difícil para a mulher aceitar e entender seu agressor principalmente se é o companheiro a pessoa a quem vc depositou toda sua confiança e esperança. Vc teve a coragem de se libertar para a vida e de fazer este relato tão denso sofrido e doloroso. Muitas mulheres por ter um histórico de violência familiar, ou apenas por achar que é normal o homem agredir a mulher, apenas se calam, perante esta situação.Você descobriu dentro de vc esta nova mulher que se olha no espelho que se deu o direito de amar de novo de estar viva e sentir as emoções da vida. Que seu relato sirva de uma porta aberta um novo caminho para tantas mulheres que ainda estão presas a estas correntes de violência domestica. Que venha esta nova Mulher!
    Cheia de GRAÇA e Vida!
    Assim Seja!

    ResponderExcluir
  2. Anna Frank
    Saudades das Blogagens Coletivas...
    Perdi o link de onde postamos esse texto..,

    ResponderExcluir

Seja bem vindo sempre aqui.Aproveite que veio e visitou e faça uma blogueira feliz:Comente!


De acordo com a Justiça o autor do blog não está livre de uma eventual responsabilidade civil ou mesmo criminal por causa de comentários deixados por leitores. Portanto faremos o controle dos comentários aqui expostos.

A Constituição Federal garante a livre manifestação do pensamento, mas veda expressamente o anonimato (art.5º, IV), por isso comentários anônimos não serão mais permitidos!
Sem contar que comentários que difamem o autor, o Blog ou o personagem descrito na matéria serão proíbidos!

Agregadores

Medite!

Algumas Canções Cristãs - Homens

Ferramentas para Blog

Dessander, o amigo

Loading...

Outras Postagens

Gióa Júnior

Aproveita e leia mais sobre Miriam Makeba

MIRIAM MAKEBA - UMA HOMENAGEM PÓSTUMA
Gostaria de fazer aqui uma homenagem a uma das mulheres que mais admirei nesta vida - Miriam Makeba. Desde criança me deleitava com suas músicas, elas nunca tocaram meu corpo, sempre tocaram minha alma.
hmais aqui
http://www.amigosdosabor.blogspot.com/