IP Casa de Oração - Rua Moreira Neto, 283 - Guaianases - São Paulo

sexta-feira, agosto 24, 2012

Pena de Morte no Brasil


Ilustração do funcionamento do Touro de BronzeIlustração do funcionamento do Touro de BronzeIlustração do funcionamento do Touro de BronzeIlustração do funcionamento do Touro de BronzeIlustração do funcionamento do Touro de BronzeAmigos, estes dias participei de um debate sobre a Pena de Morte e isto acabou gerando uma grande pesquisa. Assim, hoje posto aqui meu texto e também indico, para verificação de vocês, um site que mostra algumas das formas de Extermínio de pessoas condenadas a Morte, o Apocalipse 2000.E tem ainda os métodos de torturas publicados no Monte Olimpo. Veja antes de ler meu texto.

Meu Texto



Não Matarás – diz a Bíblia.
Jesus disse que veio trazer ao homem vida plena e o pacifista Gandhi declarou: “Um olho por um olho acabará por deixar toda a humanidade cega.” No entanto, no Brasil, 46% da população são a favor da pena de morte – eu não fui entrevistada.
A pena de morte acompanha a Sociedade desde o início da existência humana e não tem histórias bonitas para nos contar.
No Brasil ela foi praticada de forma legal até o ano de 1855 e foi exterminada pelo então Imperador D Pedro II, em 1856, que sentiu-se atingido por não ter dado clemência a um homem rico que o procurara, alegando inocência. A Imprensa – sempre ela – destruiu o bom nome de um homem inocente, apelidando-o de Fera de Macabu, e, pela cobrança da Imprensa e os argumentos dos inimigos deste homem, ele acabou morto em praça pública: Inocente.
Esta história, que conheço desde a infância (rata de biblioteca) não é o único erro Judicial no Mundo, nem o primeiro.
Nos atemos ao assunto no Brasil.
A Pena Capital, como é judicialmente conhecida, não é nem de longe a solução mais acertada para acabar com a violência – até porque não diminui mesmo a violência, apenas aumenta. Muitos criminosos podem tornar a vida de suas vítimas mais infelizes por temer a morte, pois ao contrário do que a Sociedade e as Secretarias de Segurança gostam de alardear, os bandidos tem sim muito a perder e com uma pena definitiva eles não pensariam duas vezes em matar suas vítimas.
Acredito que no Brasil os crimes triplicariam, como também multiplicariam os erros judiciais. Infelizmente nosso Sistema de Justiça esta recheado de advogados que aceitam difamar até uma vítima para defender um bandido. Sou testemunha disto em minhas relações particulares.
Eu não creio que o mundo esteja preparado para isto, mas o nosso país menos ainda. Não temos políticas de segurança que favoreçam a população, vivemos rodeados por um Sistema de Direitos Humanos que defendem sempre os assassinos e isto não vai mudar.
Eu acredito que para diminuir a violência, deve-se aumentar o rigor das penas e acabar com estas facilidades que tem os bandidos, de licença prêmio por ser bonzinho, por ter mãe e por ser pai. Quando um criminoso apronta, ele não pensa na família dos outros, porque a Sociedade tem que ser coagida a pensar no bem estar de um bandido?
Para mim, um jovem que mata, em qualquer idade, deve ser preso como bandido e não como menor com problemas, e deve sofrer as mesmas penas que o chamado adulto. O pai de família que um menor mata, faz tanta falta a família quanto um que é morto por um bandido adulto. Assim também quando um menor é preso portando arma, deva ser preso e o maior que o acompanha deve ter sua pena triplicada, isto diminuirá, por certo, o problema das famílias, cujos os filhos serão menos abordados e aditados pelo crime.
O direito a Advogado Gratuito deve ser apenas da vítima – que geralmente paga os honorários do seu defensor – já o bandido, quando condenado, deve trabalhar para pagar quem o defendeu.
Prisão deve ser perpetua para quem mata. Quem matou uma vez pode matar de novo e, ficando só 6 anos na cadeia, quando fica isto, quem se reabilita?
Sei que dizendo isto vou contra os muitos pastores que defendem os direitos dos bandidos presos e alegam que eles se arrependem. Ora, mesmo convertidos, que vivam em sua cela. A Bíblia tem um sistema carcerário permanente, pois no passado estava determinado que aquele que tirasse a vida de outro fosse a cidade refúgio e de lá não saísse mais. Acredito que este seja o melhor sistema carcerário do mundo.
Diminuir a violência não será matando bandidos e inocentes e sim investindo em Segurança, além de Educação.
Tenho dois sobrinhos e sempre incentivamos eles dormirem separados. E ensinamos a verdade a ele, mesmo morando em um bairro onde o perigo das drogas é visível, já que as Polícias do Estado não tem capacidade de fechar as bocas de fumo, que eles mesmo conhecem, assim, ensinamos as crianças que se eles não quiserem dormir num chiqueiro, sujo e cheio de micróbios, eles devem sempre serem pessoas boas.
Educar é isto, é impor limites, mas mostrar o que há além deles.
Pode ver como é a Justiça Brasileira, apoiar Leis que discriminem a Educação milenar de castigar e dar umas varadas nas crianças, mas aceitar que a Polícia mate primeiro para depois perguntar o nome para o defunto. Existe diferença entre uma palmada e violência doméstica, eu mesma já apanhei de meus primeiros pais adotivos – de quem tenho saudades – como sofri violência doméstica na casa de meus pais biológicos e sei quais desta me revoltaram.
Que fique claro que defendo a boa Polícia, como defendo bons pastores, bons livros e bons sistemas de educação, mas não sou cega aos defeitos dos homens malignos que estão em todas as escalas sócias e profissionais.
Ainda sou a favor de Jesus, nossa tarefa como cristão é levar vida, pregar vida plena e isto só é possível quando nós reconhecemos que certos problemas só serão resolvidos com Leis que valorizem a vida, principalmente das pessoas boas.
E não sou contra pregar a quem esta preso, mais em sua maioria, estes seres deveriam ser deixados trancados lá.
Com Leis mais rígidas, com um sistema carcerário mais forte e humano, as coisas mudam aqui fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo sempre aqui.Aproveite que veio e visitou e faça uma blogueira feliz:Comente!


De acordo com a Justiça o autor do blog não está livre de uma eventual responsabilidade civil ou mesmo criminal por causa de comentários deixados por leitores. Portanto faremos o controle dos comentários aqui expostos.

A Constituição Federal garante a livre manifestação do pensamento, mas veda expressamente o anonimato (art.5º, IV), por isso comentários anônimos não serão mais permitidos!
Sem contar que comentários que difamem o autor, o Blog ou o personagem descrito na matéria serão proíbidos!

Agregadores

Medite!

Algumas Canções Cristãs - Homens

Ferramentas para Blog

Dessander, o amigo

Loading...

Outras Postagens

Gióa Júnior

Aproveita e leia mais sobre Miriam Makeba

MIRIAM MAKEBA - UMA HOMENAGEM PÓSTUMA
Gostaria de fazer aqui uma homenagem a uma das mulheres que mais admirei nesta vida - Miriam Makeba. Desde criança me deleitava com suas músicas, elas nunca tocaram meu corpo, sempre tocaram minha alma.
hmais aqui
http://www.amigosdosabor.blogspot.com/