IP Casa de Oração - Rua Moreira Neto, 283 - Guaianases - São Paulo

quinta-feira, setembro 24, 2009

Gravidez indesejada e aborto - Tem coisas que se pode evitar.


Quando o assunto é gravidez...

Gravidez Indesejada e Aborto é uma coisa muito séria e deve ser questionada de forma coesa, sempre.
Infelizmente existem muito interesses absurdo e egoistas envolvidos nesta questão e eu, Elisabeth, sou totalmente contra o aborto, salvo quando em questão de Estupro e Precariedade da Saúde da Mulher e do Feto - o que de fato faz mudar toda a questão.
As conversações que ocorrem, principalmente no 3 º Setor, são para mim absurdas, pois apoiam o aborto em mulheres saudáveis, que mantiveram relacionamento ocasionais e memso algumas dentro do casamento.
Sou a favor de um estudo detalhado junto ao Serviço de Saúde, para viabilizar o PLANEJAMENTO FAMILIAR, isto sim, uma solução digna para este problema, que é familiar e social, daí aceitar que as camadas diversas de Debates e Palestras discutam livremente sobre o assunto.
Isto porque tenho experiência própria no que se refere ao total despreparo dos profissionais da área médica, que atendem as comunidades carentes e dificultam o acessoa informação específica sobre como Planejar uma família, levando em consideração desde os fatores financeiros até os de origem emocional e psicológicos, já que estes devem de fato ser observado quando da questão de iniciar ou aumentar uma família.
Ainda mais, vê-se as dificuldades que se impôem junto a Comunidade, ao questionar ou inserir neles a questão de que EVITAR uma gravidez pode fazer com que estas pessoas se afastem do céu e sejam ameaçdas de serem excomungados de sua religião, como já ouvi de algumas pessoas.
Para mim, deve-se excomungar um pai que põe uma multidão de filhos neste mundo, para serem deixados a merce dos governantes e ladrões, já que não teraõcondições de os criarem de forma descente.
Apesar de pensar sobre tudo isto, nunca encontrei alguém que parasse para dissecar o assunto de forma criativa e que fosse de total percepção e absorção à Comunidade geral.
Assim, ao abrir hoje minha caixa de e-mails, dei de cara com um, que me fez ver que este é o que faltava nas discussões de se dão, principalmente nos grupos de discussões aos quais pertenço. Este texto, criativo e bem elaborado é de autoria de Heitor Reis. Agora, publico-o na íntegra, esperando que sirva de proveito a quem se interessar de lê-lo.
Elisabeth Lorena Alves

Reflexão sobre as causas da gravidez indesejada e do aborto
Heitor Reis (*)

A coisa é muito simples realmente, mas
podemos complicá-la à vontade...

"Segue, abaixo, minha tentativa de
decompô-la em módulos menores, para
melhor
compreensão e um debate mais
produtivo."

Estou certo de que esta proposta
carece de aprimoramento, visando uma
construção coletiva do conhecimento para
aproxima
r-se ainda mais da realidade dos
fatos. Certamente, como para toda regra,
sempre haverá exceções, que, por serem
assim, são uma minoria. Diante da
gravidad
e deste problema de saúde
pública, foco apenas o processo geral da
coisa, ou seja, os casos mais comuns e
mais representativos, ou seja, a maioria
e os mais relevantes deles.

(1) A prática do sexo pode gerar um
filho

(2) Todo mundo sabe que a prática do
sexo pode gerar um filho

(3) Quem pratica sexo, sabe que pode
gerar um filho

(4) Quem não quisesse correr este
risco, deveria tomar as devidas
providências para prevenção ou não
praticar sexo.

(5) Quem não faz por onde evitar a
gravidez acab
a tendo de criar um filho
não desejado, doando-o para terceiros,
abandonando-
o ou abortando-o.

(6) Homem não grávida. Todo mundo sabe
disto, inclusive as mulheres.

(7) Homem, geralmente, quer apenas
sexo. Contar com a solidariedade dele,
para evitar uma gravidez é como contar
com um milagre! Ou tampar o sol com a
peneira. Mas, claro, que há exceções.
Santas, ra
ras e benditas exceções! É do
conhecimento público que um homem
espanca uma mulher a cada 15 minutos, no
país. Todo mundo sabe disto, inclusive
as mulheres.

(8) A mulher é romântica, sentimental,
emocional e passional. Faz questão de
acreditar nas boas intenções dos homens,
muitas vezes se entregando a eles no
primeiro dia em que o conhecem, mesmo
sabendo das consequências de tal ato, o
qual, como mencionado, pode implicar em
uma gravidez. A emoção domina a razão! O
homem sabe disto e disto se aproveita
para, digamos, satisfazer sua libido
insaciável.

(9) Apenas a mulher engravida. Todo
mundo sabe disto, inclusive os homens.

(10) Geralmente a mulher acaba
abandonada pelo macho, tendo de cuidar
do(s) filho(s), sobrecarregar seus pais
com mais esta atividade, doá-los ou
abandoná-los. Todo mundo sabe disto. Há
uma pesquisa que demonstra ser mais
provável um filho de lar desfeito ir
para o crime do que outro com pai e mãe
dentro da mesma casa. [ Jornal Hoje em
Dia, de Belo Horizonte-MG, 08/08/1999;
http://www.pailegal.net/forum/viewtopic.php?p=487&sid=af1644a371c55a31493b8cbcd33fe770 ]
Nem todo mundo sabe disto.

(11) Apesar da desvantagem na relação
com o outro sexo demonstrar o alto preço
que a mulher paga diariamente, elas
continuam se prestando a este destino.
Ela sabe onde está se metendo, mas
prefere correr o risco da aventura
irresponsável. É o amor!...

(12) A mulher, portanto, deveria se prevenir, caso não quisesse entrar nesta
fria!

(13) Prevenir é melhor que remediar! É
melhor atacar as causas que as
consequências.
.. Mais barato também.
Tanto o custo monetário, quanto o custo
para a saúde, para a mente, etc. Seja
pago pelo Estado ou particularmente.

(14) O aborto poderá ser a solução
para as contradições praticadas pelas
mulheres que se engravidam "sem o
querer", tratando-se de um problema de
saúde pública, caso seja real a
estimativa de que, no Brasil, ocorram um
milhão de abortos por ano, em situações
precárias, clandestinas, etc., onde o
preço a pagar pelo "descuido", pode ser
a própria vida. Não deveria ser esta
possibilidade que deveria povoar a mente
da mulher, quando cogitasse de se
entrega a um animal qualquer? Ou a um
animal especial, como sempre eles
parecem ser?

(15) Se estimarmos em R$ 100,00 o
custo de cada aborto, um milhão deles
custaria R$ 100 milhões por ano. Da
mesma forma que no saneamento básico,
cada real investido na prevenção
economisaria muitos outros na abordagem
corretiva da situação.

(16) A energia e os recursos
destinados para defender a
descriminalização do aborto teriam mais
eficácia, caso aplicados na defesa do
planejamento familiar, nos termos da
Constituição Federal.


Capítulo VII
Da Família, da Criança, do
Adolescente e do Idoso
Art. 226. A família, base da
sociedade, tem especial proteção do
Estado.
§ 7º Fundado nos princípios da
dignidade da pessoa humana e da
paternidade responsável, o planejamento
familiar é livre decisão do casal,
competindo ao Estado propiciar recursos
educacionais e científicos para o
exercício desse direito, vedada qualquer
forma coercitiva por parte de
instituições oficiais ou privadas.
(17) Adotar o aborto como método
anticoncepcional é uma estupidez em
todos os sentidos, tanto monetário,
quanto biológico ou emocional. E no
espiritual, para quem é de espiritual.

(18) Por outro lado, após a gravidez
indesejada, quando não é feito o aborto
no ventre, ele poderá ser feito
socialmente, com a eliminação do excesso
populacional originado pela hegemonia da
emoção e do prazer sobre a razão. A
família, a sociedade, a economia, os
serviços públicos ou a natureza não tem
como amparar mais um ser humano no
planeta. Mera poluição humana. O câncer
planetário. Pela lei da oferta e
procura, a vida humana, mesmo adulta,
vai perdendo seu valor. Assim, o aborto
social é ainda mais caro que o aborto
tradicional, pois ocorre após o
indivíduo ter recebido anos de atenção
por parte da família e do Estado. Ou
seja, somente uma estupidez ainda maior
para consertar outra...

(*) Heitor Reis é um subversivo,
indivíduo perigoso do ponto de vista dos
milicos, de Gilmar Mendes e de qualquer
um que esteja satisfeito com o atual
sistema político, econômico e social.
Artigos no Observatório da Imprensa:
http://www.observatoriodaimprensa.com.br/lista_autor.asp?cod=532JDB002&a_ano=2009&a_mes=9
No Leste Mais:
http://www.lestemais.com.br/colunista.asp?id_categoria_noticia=36
Nenhum direito autoral reservado:
Esquerdos autorais ("Copyleft").
Contatos: (31) 9208 2261-
heitorreis@gmail.com - 24/09/2009


Como este é um espaço democrático, deixo aqui alguns links de posições diferentes sobre o mesmo assunto:

Os resultados incluem suas anotações da PesquisaWiki para gravvidez indesejada e aborto. Compartilhar estas anotações

Copiar e colar este link em um e-mail ou Mensagem instantânea:

Visualizar a página compartilhada

1. A gravidez indesejada e o aborto. | Baixinho.NET

2. Medicação aborto como um método seguro para pôr termo à gravidez ...

3. Women on waves - Ajuda às mulheres com gravidez indesejada

4. Gravidez Indesejada na adolescência

5. OkCupid.com: Forums / Sobre as Perguntas / No caso de uma gravidez ...

6. Forum Pronto Socorrismo no Terravista: Gravidez indesejada... Como ...

7. InForum - Gravidez indesejada, não planejada, aborto - 70342

OBSTET-L Mensagens pela Abril, 2001: Re: GRAVIDEZ INDESEJADA x aborto

OBSTET-L Mensagens pela Setembro, 1999: Re ...‎ - 5 fev. 2005
OBSTET-L Mensagens pela Abril, 2001 ...‎ -
27 jan. 2005

8. Aborto em Portugal, clinicas de aborto e legislação de aborto

9. Aborto, Gravidez Indesejada - Aborto, Gravidez Indesejada


5 comentários:

  1. Ter um filho é um ato de responsabilidade, dar a vida a alguém e manter este alguém também é um ato de coragem, isto requer recursos e muita estrutura emocional. Pena que muitas não pensem desta forma e jogam sua continuação no mundo como se fossem uma coisa qualquer. Muito bom seu texto Elis, enquanto tantos gostariam de ter seus filhos e amá-los outros marginalizam a oportunidade que tem. bjs

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo10:34 PM

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Você Anônimo
    Que valeu-se de seu direito ao anonimato ao comentar aqui, desejo que de fato não se arrependa.
    Embora eu não seja uma profissional da saúde, como o é a amiga Jane que também postou um comentário, tenho trabalhado com pessoas que optaram no momento de desespero e despreparo pelo aborto e acabaram se arrependendo mai tarde.
    Boa sorte.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo sempre aqui.Aproveite que veio e visitou e faça uma blogueira feliz:Comente!


De acordo com a Justiça o autor do blog não está livre de uma eventual responsabilidade civil ou mesmo criminal por causa de comentários deixados por leitores. Portanto faremos o controle dos comentários aqui expostos.

A Constituição Federal garante a livre manifestação do pensamento, mas veda expressamente o anonimato (art.5º, IV), por isso comentários anônimos não serão mais permitidos!
Sem contar que comentários que difamem o autor, o Blog ou o personagem descrito na matéria serão proíbidos!

Agregadores

Medite!

Algumas Canções Cristãs - Homens

Ferramentas para Blog

Dessander, o amigo

Loading...

Outras Postagens

Gióa Júnior

Aproveita e leia mais sobre Miriam Makeba

MIRIAM MAKEBA - UMA HOMENAGEM PÓSTUMA
Gostaria de fazer aqui uma homenagem a uma das mulheres que mais admirei nesta vida - Miriam Makeba. Desde criança me deleitava com suas músicas, elas nunca tocaram meu corpo, sempre tocaram minha alma.
hmais aqui
http://www.amigosdosabor.blogspot.com/