IP Casa de Oração - Rua Moreira Neto, 283 - Guaianases - São Paulo

sexta-feira, setembro 21, 2012

Reabilitação - Mais uma vitória!



Hoje tive consulta com o ortopedista. Ele verificou os raios X que eu fiz ao longo de tratamento e disse-me que meu corpo criou cartilagem entre os ossos problemáticos. O que segundo ele não acontece com todos os pacientes.
Ele mostrou a diferença entre as primeiras radiografias e as atuais e de fato estão diferentes. Fiquei muito feliz, como é de se esperar na atual circunstância e mesmo ele avisando que meu pé chegou no limite da pisada e que não vai descer mais, vejo isto como uma grande vitória.
Para a maioria das pessoas, que não me viram em cima de uma cama ou me arrastando, como era no início desta luta, pode ser que esta situação seja até constrangedora. Agradecer a Deus e as pessoas por estar livre de um problema, mas não estar de fato, pois ainda vou continuar com uma pequena diferença na pisada. Aliás, diferença que não será notada, já que é corrigível com um companheiro inseparável das mulheres: O salto!
Hoje para mim foi um marco no meu tratamento. Confesso que ainda estou meio que pairando sobre mim mesma, com acontece quando sou surpreendida. Quem me conhece sabe que fico meio fora de mim, sem saber que palavras usar, mas saibam que já agradeci muito a Deus por esta vitória.
Existem pessoas também envolvidas neste processo que não podem ficar de fora de meu agradecimento.
Em primeiro lugar a Jane, uma profissional magnífica que soube reconhecer que os diagnósticos anteriores estavam errados e tanto a limitação de minha pisada, como o uso das muletas e a deficiência permanente, além, claro, da dor que eu sentia não ser de fato psicológica, como dizia a equipe que cuidava de mim em São Paulo. Ela acreditou em minha reabilitação e fez de tudo para que ela se tornasse possível.
Me presenteou com a viagem e estadia em Manaus – a isto não agradeço apenas a ela – agradeço a família dela que me acolheu como um parente bem chegado, perdendo a privacidade e a paz, tendo 24 horas por dia a minha presença constante em todas as situações familiares. Sei que a privacidade foi uma das maiores perdas desta família em detrimento de minha reabilitação. Sou grata ao Rogério e ao Eddye, familiares diretos da Jane e a todos os demais Camurça e Uchôa que transitaram por minha vida nestes últimos meses. Todos tiveram muita importância, me ouvindo, me dando atenção, contando suas histórias, me apresentando Manaus de forma virtual e real. Confesso que dado a minha timidez, temia esta interação, mas amei o modo que todos me receberam. Foi colocada no núcleo familiar de todos, participando de festas, almoços e passeios e tudo isto foi muito importante também para a minha reabilitação. Afinal, estar bem inserida em um ambiente social ajuda e muito a recuperação de uma pessoa. Agradeço muito a todos, Marcela, irmã da Jane e sua família Elielson e Miguel, a dona Rizzo, que foi muito legal e me deu muitas orientações, aos filhos e a nora do Rogério, que me receberam bem. Valeu Patrícia, Rogerinho e Daniel. Vocês também estão presentes neste meu momento de vitória. Obrigada as tias da Jane, que me receberam muito bem também! Valeu mesmo!
Agradeço a doutora Leotávia que me atendeu e de pronto me livrou da infecção e da dor que me acompanhava por longos 4 anos. Foram seus remédios que a Jane me aplicou, que curaram minha dor “psicológica”. A senhora foi um passo gigante em todo este processo, sua postura me fez acreditar que ir além era possível. Muito obrigada.
Ao dr. Julio Cuadros Cuellar, ortopedista que tem me atendido desde janeiro e cuidado de mim com atenção, que teve a coragem de substituir uma indicação de cirurgia por sessões intensivas de Fisioterapia e Hidroterapia. A dr Marlucia que me atendeu e acompanhou as primeiras Fisioterapias e a Dra Kaliandra Souza, que desde março me incentiva na Hidroterapia e festeja cada passo de minha vitória.
Neia, você não pode ficar de fora. Sei muito bem de sua torcida e sempre que possível esteve de nosso lado providenciando os exames que eu precisava. Agradeço a você e a todos os anônimos que também fizeram parte desta luta. Você tomou para si como missão ajudar a Jane nesta e serei grata sempre.
Não há palavras que possam expressar o que significa o que vocês fizeram por mim. Para mim cada atitude, cada passo, cada observação, cada atenção foi de extrema importância para que eu continuasse firme. Principalmente nas muitas das vezes que eu mesma não vi resultados, em que a culpa me tentou derrotar, em que a saudade de meus amigos tentou ultrapassar os limites do suportável.
Tão importante quanto o papel de meu anjo da guarda que a Jane desenvolveu nesta história, há alguém que eu não posso esquecer. Quando todos disseram que era uma loucura eu sair de São Paulo e me arriscar em um tratamento em um lugar tão distante quanto Manaus, esta pessoa foi a voz da razão e me orientou e me acompanhou em todas as decisões, me apoiando antes que todos o fizessem, antes que todos entendessem a grandeza da atitude da Jane. Esta pessoa é o meu pastor e amigo Sérgio. Sem sua visão crua e verdadeira de minha condição, sem suas palavras amorosas e algumas vezes duras, eu não teria tido coragem de sair de São Paulo e atravessado quase todo o país para buscar aqui o tratamento de que precisava. Muito obrigada mesmo. Sinceramente.
Todos vocês fazem parte desta vitória. Muito obrigada amigos por tudo! Sim, amigos, vocês não são apenas as pessoas que fizeram parte deste processo e o tempo vai apagar. Vocês garantiram em minha vida um lugar eterno como amigos!
Talvez seja necessário um livro para agradecer melhor a cada um dos que participaram desta grande luta. Afinal, estas poucas palavras não podem expressar todo o meu agradecimento e nem contar o tamanho desta guerra.
Estou em paz amados!
Hoje me sinto feliz em saber que estou recuperada. Agora falta pouco para eu cantar o hino da vitória, mas hoje a mais bela estrofe dele foi escrita: Eu venci, mas não venci sozinha. Venci ao lado das pessoas que Deus colocou em meu caminho.
Obrigada por todas as preces, por todas as orações e por toda a vibração para que eu saíssem desta situação melhor do que entrei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo sempre aqui.Aproveite que veio e visitou e faça uma blogueira feliz:Comente!


De acordo com a Justiça o autor do blog não está livre de uma eventual responsabilidade civil ou mesmo criminal por causa de comentários deixados por leitores. Portanto faremos o controle dos comentários aqui expostos.

A Constituição Federal garante a livre manifestação do pensamento, mas veda expressamente o anonimato (art.5º, IV), por isso comentários anônimos não serão mais permitidos!
Sem contar que comentários que difamem o autor, o Blog ou o personagem descrito na matéria serão proíbidos!

Agregadores

Medite!

Algumas Canções Cristãs - Homens

Ferramentas para Blog

Dessander, o amigo

Loading...

Outras Postagens

Gióa Júnior

Aproveita e leia mais sobre Miriam Makeba

MIRIAM MAKEBA - UMA HOMENAGEM PÓSTUMA
Gostaria de fazer aqui uma homenagem a uma das mulheres que mais admirei nesta vida - Miriam Makeba. Desde criança me deleitava com suas músicas, elas nunca tocaram meu corpo, sempre tocaram minha alma.
hmais aqui
http://www.amigosdosabor.blogspot.com/